Avançar para o conteúdo principal

Padrões de azulejos

Repetição de unidades de azulejo


A beleza da "imperfeição"

A reunião de várias unidades de azulejo, aliás como pode observar-se na decoração de paredes interiores e exteriores de igrejas e outras edificações, expressa de um modo especial uma forte qualidade de harmonia dos elementos desenhados e pintados com uma característica única que é a formação de uma estrutura quadriculada formada pelo conjunto de unidades.
Muitas vezes, sobretudo nas barras de determinados painéis, constata-se até uma simples repetição do mesmo elemento, repetição essa que confere à composição não um perfecionismo exagerado mas, bem pelo contrário, a demonstração de um trabalho manual deixando evidenciar a beleza da "imperfeição", quer nos seus traços e manchas ou mesmo no maior ou menor brilho das tintas aplicadas.
As duas unidades de azulejo mostradas na figura, pintadas segundo a técnica tradicional, podem ser aplicadas por exemplo num quadro ou incrustadas na tampa de uma caixa de madeira. Por norma, um conjunto com mais unidades de azulejo - um painel - é aplicado diretamente numa parede interior ou exterior, podendo, contudo, do mesmo modo, aplicar-se em uma estrutura que não seja uma parede, formando um quadro movível.
Também na azulejaria, modernamente, são utilizadas as mais variadas cores, dependendo evidentemente do artista que executa esta arte. Contudo, se observarmos a azulejaria tradicional, as composições que formam os painéis de azulejos são efetuadas usando cores tradicionais como é o caso do azul cobalto. Aliás, é da palavra "azul" que provém a designação da arte da azulejaria ou pintura em azulejo. Em muitos trabalhos tradicionais, observa-se, no entanto, o amarelo, principalmente nas barras, juntamente com o azul.

Comentários