Avançar para o conteúdo principal

Execução de Relicário

Trabalho que exige tempo e paciência


Preocupação de uma execução o mais perfeita possível

A construção de um relicário obedece a um processo de trabalho que exige tempo, paciência e objetivos de atingir a perfeição. Uma estrutura de vidro com colagem das várias paredes que encerra uma figura tridimensional, à partida, parece obra fácil.
Sem pretender enaltecer demasiadamente os trabalhos executados no ARTEAZUL'ATELIER, refira-se, contudo, a preocupação de uma execução o mais perfeita possível, nomeadamente nos acabamentos e pormenores que possam parecer insignificantes. Para isso, os materiais utilizados, previamente escolhidos de acordo com a peça, como os tecidos, os galões, cordões, pequeninas peças de decoração interior, as cores usadas e a harmonia do conjunto fazem parte das preocupações na altura da idealização da peça e durante todo o processo de execução.
Assim, para que se proceda a um trabalho otimizado de bons acabamentos, é imperativo uma boa escolha de materiais e, sobretudo, uma base sólida no processo de construção, nomeadamente no seu início. Para isso, o bom corte das diferentes peças de vidro é essencial, concretamente no que diz respeito às medidas que, escrupulosamente, deverão ser respeitadas em relação ao projeto. Um milímetro de diferença nas suas dimensões ou um grau de diferença em qualquer um dos seus ângulos é suficiente para que a prossecução do trabalho se realize de modo deficitário, advindo desse facto algumas pequenas alterações de última hora, por exemplo na união e colagem das arestas das peças de vidro.

Comentários