Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta Estanho

Folha de estanho “richelieu” para tabuleiro

Imagem
Técnica "richelieu" na folha de estanho

Em artigo anterior, mostrei peça em folha de estanho para tabuleiro, efetuada através de trabalho minucioso, aplicando a técnica "richelieu" na folha de estanho, de que descrevi em resumo o processo de execução. Entretanto, foram realizadas duas réplicas dessa mesma peça, fazendo parte uma delas de tabuleiro, do qual mostro imagem, e disponível para observação direta no ArteAzul’Atelier, em Vila Real. A peça em estanho tem as dimensões 42cm X 30cm e o tabuleiro 66cm X 47cm.
Peça em folha de estanho para tabuleiro

Crucifixo em estanho

Imagem
Uma cruz em madeira foi revestida com folha de estanho, previamente trabalhada segundo o projeto, usando-se a gravura e o boleamento como técnicas.

Crucifixo

Imagem
Cruz em madeira com folha de estanho Técnica de gravura em folha de estanho O crucifixo que apresentamos e mostramos através da foto foi trabalhado, partindo de uma cruz em madeira revestida com folha de estanho. O motivo foi desenhado, boleado e envelhecido com patine apropriada, usando-se a técnica de gravura em folha de estanho.
Por favor, clique sobre a imagem para observar em tamanho maior.
Crucifixo em estanho

Garrafão decorado com folha de estanho

Imagem
Garrafão Antigo
Peças trabalhadas em folha de estanho O garrafão da imagem, em vidro fino de cor verde foi encontrado numa velha adega. A peça era inicialmente protegida por cuidadoso empalhamento entre a parede do vidro e o acabamento exterior em vime entrelaçado pelo processo artesanal usado na cestaria. Esta peça antiga com capacidade de mais ou menos dez litros terá no mínimo oitenta anos e era usada para guardar vinho. Tem de altura 45 cm, de largura na parte bojuda 30 cm e a parte mais estreita - o gargalo - 5 cm. De facto, o revestimento deste garrafão, ao longo dos anos, foi-se deteriorando, decidindo-se assim a sua recuperação para efeitos decorativos, agora sem a parte do vime e palha que até hoje preservaram na perfeição a parte importante - o vidro. Assim, decidiu-se aplicar, distintas no seu tamanho e forma, seis peças trabalhadas em folha de estanho, utilizando-se motivos florais e a gravura como técnica principal, colocando-as em pontos devidamente estudados e experime…

O desenho na folha de estanho

Imagem
Do desenho para a folha de estanho Transposição do desenho para a folha de estanho Para projetar uma gravura sobre uma folha  de estanho, é necessário antes de tudo o mais fazer uma escolha criteriosa do desenho e das suas dimensões relativamente à superfície em que vamos trabalhar. Poder-se-á transmitir na obra a executar a originalidade do artista, efetuanto um desenho da sua autoria ou fazendo uma composição através da junção de porções de outros desenhos, ou, então, poderá servir-se de esquemas já fabricados, facilmente encontrados em revistas da especialidade, ou pode ainda ser considerada a hipótese de partir de desenhos vários, por exemplo esquemas apropriados para bordados mas que para este efeito - a gravura sobre folha de estanho - poderão servir muito bem. Todos os traços do desenho devem ser muito bem delineados e percetíveis sobre uma folha de papel vegetal. Esses traços, do mesmo modo, serão transpostos para a folha de estanho, também suficientemente vincados. Para auxi…

Folha de estanho: corte e repuxado

Imagem
Instrumentos de trabalho Dos mais simples e caseiros aos instrumentos mais sofisticados Usando o corte e repuxados em diversos modos, tomando partido da sua maleabilidade, a folha de estanho é um material importantíssimo nas artes decorativas artesanais, podendo mesmo classificar-se como nobre, impondo-se nos trabalhos e obras realizadas com características de singularidade apreciáveis. Na realização de um trabalho em folha de estanho podem usar-se desde instrumentos mais simples e caseiros até aos instrumentos mais sofisticados com funções das mais variadas capazes de executar os mais diversos efeitos. Além disso, dependendo das técnicas, existem também outros materiais que servem, em muitos casos, para enchimento, isto é, para preencher pequenos espaços côncavos efetuados por alguns instrumentos e cujo objetivo principal é proporcionar ao trabalho uma maior resistência, evitando amolgamentos. Instrumentos de marcação encontram-se em objetos destinados a outras utilizações mas que s…

Folha de Estanho

Imagem
Maleabilidade e brilho
Gravar em folha de estanho A folha de estanho é um bom material para a execução dos mais variados trabalhos artesanais. As suas características como por exemplo a relativa dureza, a maleabilidade e o brilho constituem facilidades e vantagens em relação a outros materiais, pois facilitam o seu manuseamento e o desenrolar do trabalho, resultando em obras de qualidade sem a necessidade de grandes esforços e de utensílios complexos. A folha de estanho é perfeitamente adequada às mãos dos principiantes pela simplicidade das técnicas usadas na realização de obras não muito complicadas. A espessura da folha de estanho pode oscilar entre os 0,1 e os 0,3 milímetros. A folha de estanho existia normalmente com  uma face mais brilhante - a parte da frente - e uma face mais fosca - a parte de trás. É habitual, hoje em dia, estas diferenças já não existirem, podendo, deste modo, trabalhar-se os dois lados. A folha de estanho pode ser cortada com uma simples tesoura ou mesmo,…

Tabuleiro de Estanho

Imagem
Peça em folha de estanho para tabuleiro
Técnica "richelieu"
Esta peça em folha de estanho para tabuleiro foi executada através de trabalho minucioso, aplicando a técnica "richelieu" na folha de estanho. Depois de passar o desenho do papel vegetal para o lado avesso do estanho com um buril de ponta fina, esse desenho é novamente marcado, agora sem o papel vegetal, de modo que as linhas fiquem bem visíveis pelo lado direito e, por sua vez, com um determinado relevo.

Seguidamente, com um esfuminho e depois com o buril de ponta fina, rebaixam-se os contornos das linhas do desenho a fim de ficarem bem delineadas, já com mais relevo. Este passo é efetuado com a folha de estanho em cima de uma placa dura. Depois, com o estanho do lado avesso e em cima de um pano de flanela, vai-se repuxando com um esfuminho ou buris de bola, nos desenhos que se pretende realçar, dando-lhes relevo. Efetuado este trabalho, enchem-se as concavidades com resina e cera derretidas ou tapa fendas…

Estanho - técnica mista

Imagem
Tela com técnica mista
Estanho e guardanapo Pinta-se uma tela de caixa alta com acrílicos ou óleos de acordo com as cores do guardanapo escolhido para este trabalho. Cortam-se alguns motivos do guardanapo, retirando-se as duas partes de papel que não está imprimido e colam-se num pedaço de folha de estanho. Deixar secar. Seguidamente, passar novamente cola para découpage, por cima dos motivos, e deixar secar. A Par deste trabalho, passa-se o resto do desenho para o direito de uma folha de estanho. Trabalham-se os contornos com o esfuminho e um buril de ponta reta e, a seguir, efetuam-se os boleamentos pelo avesso em cima de um pano macio. Depois do trabalho todo executado, preenchem-se as concavidades com gesso acrílico ou resina derretida. Deixar secar. Envelhecer com betume judaico ou pátine de estanho e limpar com um pano. Recortar pelas linhas de contorno do desenho. Entretanto, os motivos do guardanapo que se colaram no outro pedaço de folha de estanho estão prontos para também …

Crucifixo em estanho

Imagem
Gravura em Folha de Estanho
Como é evidente, qualquer técnica de artes decorativas artesanais poderá, na sua efetivação e na execução de trabalhos, seguir determinados passos sem que estes sejam exatamente os mesmos para qualquer artista. Aqui deixamos os seguintes que, entendemos, serão um guia simples para levar a cabo uma obra de gravura sobre folha de estanho: Escolher o motivo; Passar para papel vegetal de Engenharia; Colocar o papel vegetal sobre o avesso da folha de estanho que, por sua vez, estará sobre um pano dobrado. Prender com fita-cola. Passar o desenho com uma caneta que não escreva. Este traço deve ser feito com alguma intensidade; Repassar o desenho. Este passo deve ser feito do centro para a periferia; Passar o esfuminho à volta das nervuras, pelo direito, em cima da mesa de trabalho; Passar também o buril fino à volta das nervuras; Do lado do avesso e, sobre o pano, utilizar o buril de bola para dar relevo; Preencher o avesso com cera e resina derretidas; Para enve…