Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens com a etiqueta Folha de Ouro

A folha de ouro de Bernard Dauvet

Bernard Dauvet – o último batedor de ouro, em França Deu-se conta, em artigo anterior do ArteAzul’Atelier, da folha de ouro fabricada artesanalmente na empresa familiar Dauvet S.A., na localidade francesa de Excenevex, Haute Savoie, France. De facto, o dono dessa empresa, Bernard Dauvet, o último batedor de ouro ( batteur d'or ) em França, chefiando um pequeno grupo de colaboradores, fabricam por ano cerca de um milhão de pequenas folhas de ouro. Como curiosidade, haveria no século XVIII em França à volta de 5000 batedores de ouro, assim chamados, pois o processo de fabrico consiste numa sucessão de batimentos sobre o ouro até atingir medidas ínfimas de espessura. Cada folha não tem mais do que um décimo de mícron de espessura. O ouro, misturado com uma pequena quantidade de prata e cobre, é derretido antes de ser laminado, triturado, cortado e finalmente triturado. Folha de Ouro - Dauvet S.A.

Folha de Ouro

Folha de ouro verdadeira Folha de Ouro - Dauvet S.A. Referimo-nos neste pequeno artigo à folha de ouro que é usada na cobertura e restauro de variadas superfícies interiores e exteriores de cúpulas de monumentos e igrejas, nomeadamente os seus altares. Para se ter uma ideia da sua sensibilidade, uma folha de ouro tem uma espessura incrivelmente fina. Sendo o mícron a unidade de medida de comprimento que corresponde à milésima parte do milímetro, a espessura de uma folha de ouro é igual a uma décima do mícron, segundo Bernard Dauvet , dono da última empresa familiar francesa ainda em atividade a produzir folha de ouro, fundada no ano de 1938, na vila de Excenevex, situada na margem sul do lago Léman, na região de “Haute Savoie”. A empresa Dauvet S.A. produz em média, por ano, um milhão de folhas de ouro, resultado de uma mistura de ouro fino com uma ínfima percentagem de prata e cobre, fundida, laminada, batida – hoje com martelos automáticos –, cortada e colocada em livros. A propósito

Douramento e envelhecimento

Passos principais no processo de douramento e envelhecimento

Folha de Ouro

Técnica de envelhecimento com folha de ouro Folha de ouro ou prata sobre mordente Utilizando tintas acetinadas à base de água, o chamado vermelho inglês para a folha de ouro e o azul ou negro para a folha de prata, dão-se duas demãos, deixando secar cada uma delas, sobre a superfície onde vai aplicar-se a folha. Depois de passar mordente espera-se durante 15 a 20 minutos, dependendo da temperatura ambiente. Coloca-se a folha de ouro ou prata sobre o mordente, com as mãos secas e com a ajuda de um pincel, também seco. Fazem-se pequenos batimentos para que a folha adira. Deve deixar-se secar muito bem. Em seguida, novamente com um pincel seco, sacodem-se os resíduos resultantes da aplicação e passa-se goma-laca para fixação. Mais uma vez, a secagem é fundamental para dar continuidade à execução segura do trabalho. Para que a superfície dourada resulte com um aspecto envelhecido deve proceder-se assim: junte-se em recipiente apropriado e nas proporções seguintes, uma parte de