Mensagens

A mostrar mensagens de Dezembro, 2018

Pergamano

Imagem
Buris, boleamentos, tridimensionalidade
Escolhido o desenho, coloca-se este debaixo do papel pergamano (papel parecido ao papel vegetal de Engenharia, mas com uma gramagem e resistência muito superiores) e passa-se o motivo com caneta de gel, normalmente branca ou dourada. Pela parte inversa do papel pergamano e em cima de um pano macio ou almofada de bolear apropriada, usam-se os boleadores, dando relevo às linhas e pontos considerados, com buris de bola de vários tamanhos. Também poderemos optar por não pintar, pois ao fazer os boleamentos, o pergamano adquire uma cor esbranquiçada. Depois há todo um trabalho de perfuração de alguns espaços, utilizando as agulhas de perfurar e tesoura fina de pontas, colocando o trabalho em cima de uma almofada de perfuração.

Patchwork

Imagem
Patchwork Embutido
Retalhos de tecido e utilização de um suporte especial

A Cor

Pintura a óleo - a cor
O elemento que distingue universalmente a pintura, nomeadamente a pintura a óleo, de outras manifestações plásticas é a cor. Tanto no passado como no presente, as obras pictóricas são representações plásticas em que a cor é o elemento principal.

Crucifixo em estanho

Imagem
Gravura em Folha de Estanho
Como é evidente, qualquer técnica de artes decorativas artesanais poderá, na sua efetivação e na execução de trabalhos, seguir determinados passos sem que estes sejam exatamente os mesmos para qualquer artista. Aqui deixamos os seguintes que, entendemos, serão um guia simples para levar a cabo uma obra de gravura sobre folha de estanho: Escolher o motivo; Passar para papel vegetal de Engenharia; Colocar o papel vegetal sobre o avesso da folha de estanho que, por sua vez, estará sobre um pano dobrado. Prender com fita-cola. Passar o desenho com uma caneta que não escreva. Este traço deve ser feito com alguma intensidade; Repassar o desenho. Este passo deve ser feito do centro para a periferia; Passar o esfuminho à volta das nervuras, pelo direito, em cima da mesa de trabalho; Passar também o buril fino à volta das nervuras; Do lado do avesso e, sobre o pano, utilizar o buril de bola para dar relevo; Preencher o avesso com cera e resina derretidas; Para enve…

Azulejos

Imagem
Azulejos embelezam nicho interior da residência de Barros Ferreira
Resumidamente, foca-se a arte de pintar os azulejos e a sua introdução na península ibérica no artigo anterior sobre Azulejaria “Azulejar – a arte de azulejar e a sua difusão na península ibérica” retirado do livro de Joaquim Barros Ferreira “Notas sobre o azulejo no distrito de Vila Real”, tema muito bem explicitado pela palavra do escritor, poeta e investigador.

Azulejar

A arte de azulejar  e a sua difusão na península ibérica
A arte do azulejo foi largamente difundida pelos povos islâmicos. Os árabes introduziram-na na Península Ibérica. Transmitida aos portugueses pelos hispano-mouriscos, utilizada pelos europeus, a arte de azulejar, em Portugal, ganha uma singular e prodigiosa aventura.

Divulgação

Formatos novos na divulgação
Novos caminhos no empreendimento ArteAzul-Atelier vão surgindo, às vezes pelas circunstâncias, outras resultado da necessidade de melhor e mais facilmente divulgar.