Accéder au contenu principal

Formação: artes decorativas

Artes decorativas, artesanato e pintura


Benefícios das manualidades e ocupação dos tempos livres

Já lá vai o tempo em que a disciplina de Trabalhos Manuais fazia parte do currículo do ciclo preparatório do ensino em Portugal, acabando, erradamente, em nosso entendimento, por ser enquadrada em outra disciplina que já existia, a disciplina de Educação Visual - importante sim, mas sem o enfoque nos diversos materiais que exercitavam a destreza manual -, mais ligada a assuntos de observação e registo. Na disciplina de Trabalhos Manuais, as referidas manualidades eram levadas ao extremo do trabalho prático, como por exemplo os trabalhos de modelação com miolo de pão, plasticina e barro, em que as mãos eram efetivamente “metidas na massa” no manuseio da argila, na sua purificação através da eliminação de impurezas, na mistura com a água, concedendo-lhe uma uniformidade de densidade e macieza de textura - cuidados que faziam parte da preparação da matéria-prima para mais facilmente levar por diante a feitura das diferentes formas sem que incidentes de quebra acontecessem, antes e após o cozimento. Trabalhar com madeiras, têxteis e papéis eram práticas habituais dentro das salas de aula de Trabalhos Manuais, que se extinguiram nas sucessivas reformas educativas do regime.
A imagem mostra um de dois pequenos bustos idealizados e construídos com pasta de modelar por Amélia Raio, no ano de 1996. Foram pintados e decorados com tintas acrílicas e ainda hoje servem como elementos de decoração.

Commentaires