Tapeçaria: técnica e arte

Qualidade técnica


Arte e qualidade técnica

A relação entre o que é arte e as formas técnicas de a alcançar é um tema que pode ser refletido e estudado nas diversas expressões artísticas, com particular incidência nas artes visuais. Nestas, hoje em dia, os partidários das ideias liberais são desprovidos de interesses no que diz respeito à utilização de espartilhos artísticos como as correntes e as modas. A única exigência é, de facto, a não exigência, isto é, a completa liberdade de execução, tanto no que diz respeito aos materiais e suportes como aos instrumentos usados.
Na tapeçaria tecida artística, sempre se ouve dizer e recomendar a quem a realiza que é muito importante a qualidade de execução técnica, sendo um dos pormenores característicos dessa realização a compressão da trama. Quem fez já essa experiência riquíssima – a feitura de uma tapeçaria tecida –, reconhece o entusiasmo com que se observa o aumento da trama após demorado trabalho na sucessiva e paciente passagem do fio através da urdidura. Contudo, numa constante preocupação de manter uma boa compactação da trama, o que acontece para os menos experimentados é a diminuição daquele entusiasmo, pois a superfície do trabalho realizado diminui substancialmente com o aperto dos fios. Esta compressão da trama é necessária para uma ótima realização do trabalho de tecedura. Uma tapeçaria insuficientemente compactada resultará numa obra que facilmente correrá riscos de se desfazer, pelo menos em parte, pelo facto dos fios se encontrarem muito soltos, tornando-se suscetíveis de se libertarem do lugar onde foram entrelaçados.
Existe, no entanto, outro lado da questão que convém referir: sendo certo que uma boa compressão é exigida para manter os fios da trama seguros, também não é menos verdade que, para conseguir determinadas texturas, o exagero do aperto dos fios da trama pode constituir um entrave para atingir aquele objetivo, podendo evidentemente conciliar-se os dois aspetos. Mas tudo isso será avaliado pelo artista ou artesão segundo as ideias que tem para a representação artística a evidenciar. Talvez ousadamente, concluiremos assim que a qualidade de execução técnica poderá, em casos pontuais, não favorecer a representação de determinadas texturas e, consequentemente, não ser favorável à expressividade artística.

Comentários

Mensagens populares deste blogue