NOTA ! Este sítio utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes.

Se não alterar os parâmetros do seu navegador, está de acordo. Saber mais

Compreendo

ArteAzul-Atelier

 

Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos informações acerca da sua utilização do site com os nossos parceiros de redes sociais, publicidade e análise. Ver detalhes

Aparador

Aparador Shabby-Chic

Adquirindo um pequeno móvel ou mesmo um móvel de dimensões médias como por exemplo uma cómoda, uma penteadeira, um aparador, que já não tenham aplicação prática nem sequer decorativa num ambiente que queremos airoso, com certo brilho e luminosidade de cores; uma cuidada remodelação, com gosto, com arte e certamente com algum trabalho e materiais apropriados, pode acontecer com resultados de beleza estética bem satisfatórios. 

Ler mais...

Luz e Luminosidade

A Luz e o tratamento da luminosidade

O quadro representado ao lado foi pintado por um dos artistas que mais se empenharam em estudar os efeitos luminosos na paisagem - o pintot espanhol Joaquín Sorolla (1863-1923). O destaque dado à luz e o tratamento da luminosidade revelam a influência dos impressionistas e fauvistas no estilo do autor.

Ler mais...

Murça

"Murça de Panoias"

A porca e pelourinho

Vila que ainda no primeiro quartel do século XX se denominava "Murça de Panoias" tem no seu monumento totémico (representação de animal, planta ou objecto considerado por certas tribos ou clãs como seu antepassado ou guardião e venerado como símbolo sagrado) a "Porca", expressão pagã e artística, mergulhando a sua origem na noite dos tempos.

De resto, perto da pequena urbe prevalece, ainda bem conservado, extenso trecho de uma via imperial romana que se desenvolvia da ponte do Tinhela ao Alto do Pópulo, aliás contígua a soterrado castro, por investigar.

A "Porca" ornamenta uma praça ajardinada. Em conturbados períodos, nela se apunham em cores berrantes as paixões políticas, conforme o efémero triunfo dos partidos.

O bonito pelourinho da vila é monumento nacional, tendo sido erguido quando o rei D. Manuel I concedeu a Murça de Panoias o chamado "foral novo", em 1512. Ergue-se na praça onde terá havido em recuada época uma albergaria medieva, e mais tarde o convento de freiras beneditinas, há muito extinto, elas que ali deixaram o segredo do Doce de Chila e das Queijadas de Murça.

Informação recolhida de "Roteiro do Vinho do Porto - Riqueza Vinícola e Panorâmica"

Editorial Escudo de Oro - Barcelona

Edição de Junho de 1989

Continua o Entremez Político

Por Miguel Torga

- Continua o entremez político. A mediocridade, a avidez e o desplante instalaram-se a todos os níveis da governação, e Deus nos acuda. Mas não é a degradação da classe dirigente que mais me aflige. Nunca alimentei ilusões a seu respeito. 

O que verdadeiramente me mortifica é o desinteresse, a indiferença com que o país assiste ao espectáculo. Não se vislumbra o mínimo sinal de indignação. É um alheamento trágico, que presencia o aviltamento de braços cruzados, impassível, sem um resmungo, sem uma impaciência.

Há horas colectivas más. Esta, para nós, é uma delas.

Enquanto durou a ditadura confiávamos no futuro. Embora subjugados, éramos subversivos em pensamento. Tínhamos esperança na vontade e a liberdade na imaginação. 

Agora, que fizemos a mais arbitrária revolução da nossa história, ficámos frustrados e desmotivados.

Parecemos mortos a representar a vida no palco da nação.

 

Coimbra, 11 Março de 1985

in Diário XIV